Linguagem: Seu Filho Ainda Fala Errado?

Bem Estar, fevereiro de 2013.

Ao longo do crescimento da criança, é comum algumas trocas vocais se fazerem presente no desenvolvimento de sua linguagem. No entanto, é bom ficar atento, pois quando as trocas se mantém após os três ou quatro anos de idade, pode ser indicativo de algum problema. A dica é da mestre em Saúde e Especialista em Voz, fonoaudióloga Sabrina Tolentino da Silva. Atraso na pronúncia das primeiras palavras, que comumente ocorrem entre um ano e um ano e meio; gagueira ou troca de fonemas podem ser sinais para ficar alerta. “Quanto mais cedo fizermos o diagnóstico, melhor, pois reduzimos os riscos de comprometer a alfabetização, a formação correta dos fonemas e a comunicação global desta criança”, afirma Sabrina. Segundo ela, trocar o “R” pelo “L”, hesitar ou pronunciar algumas palavras com sílabas trocadas é comum na criança. “Mas, a permanência destas características é que surge como indício de algum problema que precisa ser investigado”, explica. Se diagnosticado o problema, o comum é entrar com terapia junto a um fonoaudiólogo. “O tempo de duração da terapia varia de caso para caso, e o apoio dos familiares e amigos é fundamental, pois caso se sinta reprimida ou censurada a criança pode se fechar em si mesma, o que atrapalhará o tratamento”, enfatiza a especialista.

Acompanha-me no Facebook

  • Facebook Metallic